A Capa


Sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo e famílias homoafetivas

Por Tiago minervino em 08/11/2017 às 16h27

Sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo e famílias homoafetivas

Em setembro, o jornal Folha de S.Paulo divulgou o resultado de um estudo intitulado 'Mosaico 2.0' que trouxe detalhes pertinentes sobre o comportamento sexual das pessoas, de acordo com sua orientação sexual. Um dado em particular, entretanto, salta aos olhos e merece melhor aprofundamento.

Segundo a psiquiatra responsável pelo estudo, Camila Abdo, da Universidade de São Paulo (USP), hoje em dia, "o homossexual quer casar e ter filhos", contrapondo o senso comum de que nós, homossexuais, optamos por um estilo de vida "mais livre" em detrimento de outro mais tradicional.

Resultado de imagem para casal gay

É fato que o casamento ainda é visto como uma imposição social, principalmente entre heterossexuais. A consumação cristã de uma família tradicional.

Nesse sentido, LGBTs subvertem o conceito religioso da mulher para o homem e vice-versa. Ainda, nós LGBTs por estarmos desalinhados a essa norma somos vistos como pessoas cujo comportamento é mais livre, desprendido de tais valores. Aqui me refiro a pressupostos, não "verdades".

Também é fato que, por séculos, o sexo gay e todas as questões afetivas de casais formados por pessoas do mesmo sexo sempre foram criminalizados pela sociedade, visto como algo imoral, impuro, não cristão.

Hoje em dia, embora o preconceito ainda seja uma constante, é inegável que o cenário mudou um pouco. Direitos básicos como seguridade à união estável e adoção de casais homoafetivos são, judicialmente, legais. Com isso, é normal que ocorra uma mudança de comportamento na atitude dessas pessoas.

A partir do momento em que a justiça reconhece dois homens e duas mulheres como um casal, a gente passa a "existir" (não estou dizendo que precisamos desse reconhecimento para existirmos e sim que ele é importante na conquista de direitos). Então, passamos a ter outro olhar e visão das coisas como, inclusive, o desejo em formar famílias.

Há sim muitos LGBTs que refutam essa ideia por associar casamento, família e filhos, a um padrão de vida heterossexual. Entretanto, é preciso desconstruir essa (in)verdade. O matrimônio é um direito que qualquer cidadão, independente da orientação sexual, deve ter e, se quiser, usufruí-lo.

A gente precisa compreender que tudo é uma construção social. Essa imagem higienizada dos heterossexuais é fictícia e construída para fazê-los superiores e melhores em relação a nós LGBTs que, ao contrariarmos a bíblia, nos tornamos "impuros" e somos jogados à margem da sociedade, alijados.

Não há nada de errado em homoafetivos querer casar e construir um lar, uma família moderna, como é chamado. Do mesmo modo, é natural que héteros não queiram esse modelo de vida a eles, outrora, imposto.

Se nós gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros insistimos em dizer que somos normais porque sim, nós somos!, então o que há de errado em querer casar?

Volto a dizer: é necessário se desprender dos estereótipos que a nós, LGBTs, foram atribuídos. Não há nada de errado em querer viver uma vida pacata a dois, do mesmo modo, em que é supernormal optar por levar uma vida livre, solteiro.

 

Tiago Minervino - editor-chefe A Capa



Você gostaria de conhecer seu próximo namorado?

Se você quer conhecer vários caras bem próximos da sua casa ou do seu trabalho, nós temos uma solução completa e experiência de mais de 14 anos formando casais gays para namoro, casamento e também para uma noite de diversão.

Você só precisa se dedicar um pouquinho fornecendo suas informações com uma boa foto e pronto! Vários caras vão bater na sua porta querendo um pouquinho de você.

Gostou da ideia? É bem fácil, basta clicar aqui nesse link e digitar o seu e-mail para ter tudo isso.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








Max: Paulinho vc é hetero? Pq se responder q é gay, então vc tb é fútil e vazio.

Paulinho : Rui e Victor, desculpem-me se a verdade dói, mas não sou homofóbico... Tenho amigos gays e heteros que também odeiam certos tipos de Gays... Gays que não são nada além de fúteis, vazios e volúveis... Isso é fato e não ressentimento. Poderia dar muitos exemplos, mas só perderia tempo...

Rui: Fico impressionado com o nível de homofobia internalizada de certos gays que aqui comentam! Percebe-se claramente que são muito mal-resolvidos, com muitos conflitos internos, pois eles execram justamente o que eles são!

Victor: O Paulinho é um exemplo de como os gays podem ser preconceituosos, tanto quanto qualquer homofóbico. Não meça os outros com a sua própria régua. Cada um sabe de si, cada indivíduo é único. Se gosta desse seu estilo de vida e está feliz com isso, perfeito! Mas as outras pessoas são livres para viverem como preferirem. Infelizmente, vejo tanto ressentimento em suas palavras.

Victor: O Paulinho é um exemplo de como os gays podem ser preconceituosos, tanto quanto qualquer homofóbico. Não meça os outros com a sua própria régua. Cada um sabe de si, cada indivíduo é único. Se gosta desse seu estilo de vida e está feliz com isso, perfeito! Mas as outras pessoas são livres para viverem como preferirem. Infelizmente, vejo tanto ressentimento em suas palavras.

Victor: O Paulinho é um exemplo de como os gays podem ser preconceituosos, tanto quanto qualquer homofóbico. Não meça os outros com a sua própria régua. Cada um sabe de si, cada indivíduo é único. Se gosta desse seu estilo de vida e está feliz com isso, perfeito! Mas as outras pessoas são livres para viverem como preferirem. Infelizmente, vejo tanto ressentimento em suas palavras.

Paulinho : Realmente é muito engraçado, gays, ou melhor, viados, julgando o matrimônio como algo heteronormartivo querendo casar... Casamento lésbico pode funcionar, mas casamento gay não. Gays são fúteis ao extremo e não têm capacidade de encarar problemas rotineiros de uma vida conjugal... Viado só pensa em beleza e vive de aparência, mulheres aceitam mais as diferenças de seus parceiros... É por isso que existe alto índice de divórcio entre gays... Viados não são feitos pra casar e ter uma vida nos moldes da família tradicional. Só casam porque não querem terminar suas vidas sozinhos e sem bens pra se sustentar. Isso é patético.

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo