A Capa


Querido discreto, afeminados não são palhaços

Por Tiago Minervino em 13/02/2017 às 18h27

Querido discreto, afeminados não são palhaços
"Nada contra afeminados, apenas não me interesso. Questão de gosto! Elas me fazem passar vergonha, mas sempre dou muita risada.”

A rigor, o trecho acima exemplifica o discurso infundado, que alimenta o dilema do preconceito internalizado tão marcante dentro da comunidade LGBT e denota o complexo de inferioridade do gay, que tenta a todo o momento se moldar na imagem do hétero.

Por excelência, “ser discreto e fora do meio” é fator preponderante, perpetuado nos aplicativos de relacionamento. Ser gay? Tudo bem! Dá pinta? Jamais!

A construção da imagem do macho é frágil, e mesmo entre os héteros, a exigência do homem insensível, que não demonstra fragilidade, é uma obrigatoriedade. Tirar a sobrancelha, raspar o suvaco, se depilar, saber cozinhar, ter a voz fina ou ser educado, é motivo de piada.

Ser afeminado mexe na figura do machismo, e por isso os afeminados são revolucionários.

Tomar por base o senso comum de que afeminados são, necessariamente, escandalosos, é tão verdadeiro quanto afirmar que todo religioso é bitolado. A disputa entre machos, para descobrir quem exala mais virilidade; as cenas de vexame que heterossexuais costumam dar quando estão bêbados, entre outros inúmeros casos que o ser humano força a barra para chamar à atenção, são atos escandalosos que independem da orientação sexual.

A busca incessante pelo homem macho, que não dá pinta, tem voz grossa, o peito peludo e é rústico, denuncia a perda da identidade de uma cultura que há anos busca seu espaço na sociedade.

A dicotomia do discreto e indiscreto (nem sempre foi assim), tratando com ojeriza àqueles que não se encaixam nos padrões da hetornormatividade, simboliza a desunião de uma comunidade necessitada de inclusão e aceitação.

Por instinto, buscamos sempre a segurança. Partindo de tal pressuposto, é “compreensível” à abjeção do afeminado, da pintosa escandalosa, afinal, elas nunca estão representadas nas novelas, propagandas publicitárias, filmes… e quando aparecem, são sempre alvo de piadas e humilhação. No entanto, resistir ao status quo é preciso.

Assegurar que tem nojo do afeminado ou mesmo “nada contra”, maquiando seu preconceito na justificativa do “apenas questão de gosto”, é vil, além de ser uma opinião carente de fundamento.

Bradar que as bichas que veneram as divas POP não lhe representam, ao contrário, são motivos de vergonha por não se adequarem ao arquétipo do “homem macho”, é negligenciar todos os afeminados que morreram nesse país – e no mundo – legitimando muita luta que, talvez você não saiba, mas fez toda a diferença para que dois barbudos, malhados e fora-do-meio tenham a liberdade de andar por ai de mãos dadas.

E se você é daqueles que acreditam não ser obrigatório se assumir, militar na causa, pois é idiota, saiba que poucas coisas na vida são piores que um viado homofóbico.

Pior ainda é desmerecer a luta de toda uma comunidade, afirmando que gosta de afeminados, entretanto apenas como amigos, pois eles são “engraçados”. Querido, ninguém aqui quer ser animador de plateia ou ser tratado como palhaço… fica a dica.


Você gostaria de conhecer seu próximo namorado?

Se você quer conhecer vários caras bem próximos da sua casa ou do seu trabalho, nós temos uma solução completa e experiência de mais de 14 anos formando casais gays para namoro, casamento e também para uma noite de diversão.

Você só precisa se dedicar um pouquinho fornecendo suas informações com uma boa foto e pronto! Vários caras vão bater na sua porta querendo um pouquinho de você.

Gostou da ideia? É bem fácil, basta clicar aqui nesse link e digitar o seu e-mail para ter tudo isso.



Você quer receber nossas noticias por email?

Link

Comentários








Fabinho: Tá! Não excluir, respeitar, tratar com educação, ter amizades... até aí tudo bem. Mas NÃO ACEITO EM HIPÓTESE ALGUMA SER TAXADO DISSO PU DAQUILO POR TER TESÃO EM CARAS COM UM ESTILO MAIS HETERO. Sou gay, bem resolvido, acredito que cada um deva agir na sua vida como lhe for melhor. Mas não sou obrigado a tranzar com caras afeminados pra dizer que sou um viado legal e moderno. Não, não sou. Gosto de cheiro de perdume masculino ou somente de sabonete, prefiros os secos aos melosos, os peludos aos depilados, os roveiros ás pintosas da boate. Não tenho atração e pronto. Agora quanto ao fato de conversar, trabalhar, rir, brincar...ai eh outra história. Seja afeminada ou um tosco,mas seja educado. Obrigado. De nada.

Paulinho : Linda Emanuély, não tenho NADA contra quem dá pinta, desde que não seja arrogante. Abç!

Desnecessário: Que mais tem é viado chato. Até o gay mais politicamente correto busca um par ideal. Quem se sente ofendido é capaz de ofender ao ser abordado por um cara que ñ tem as características desejadas. Que atire a primeira pedra quem nunca. Relaxa, bee, q tem viado pra todos os gostos. Basta ter saco pra garimpar e ser garimpado.

Ricardo: Caro Sampa, seu comentário é contraditório... Você diz que é macho e que gosta de macho...OK O quanto de esforço vc faz pra ser macho? É natural? Alguém te ensinou? Você para e pensa como agir como macho? Se todas as alternativas acima são falsas, porque você acha que um cara efeminado é forçado? Você acha que as pessoas atuam o tempo todo? Percebeu a sua intolerância gratuita? Se sim, bem vindo! Todos gays lutam contra intolerância. Seja a ótica que for, intolerância é intolerância. É abuso de poder, é imoral e temos de lutar contra qualquer que seja.

Sampa: Na boa, se eu curtisse efeminados eu ficaria com mulher. Me desculpe a franqueza, mas eu não curto mesmo, acho bizarro, feio um homem querer se comportar igual uma mulher..este papo de fazer sobrancelhas, falar miando, ter trejeitos é feio sim ! Curto macho, cheiro de macho, voz de macho, pegada de macho.. sou assim, curto iguais !

Thiago: Se tiver qualidades que me atraiam(pele branca, cabelo liso e corpo musculoso), eu não me importo nem um pouco que meu parceiro seja afeminado.

cara do rio: Nossa, comecei lendo e achei interessante mas o texto descamba pra uma parada meio neurótica, sei lá... Achei nada a ver. Não vou para a cama com afeminados por que simplesmente não me dá tesão. Não é preconceito, é preferência! Não é por isso que não os tenho como amigos, os trate como inferiores etc...Menos, por favor... BEM menos!

Ricardo: Fabiano, obrigado pelo comentário. Vamos esperar que mais textos apareçam. Só mais uma provocação: O texto em nenhum momento diz que gays devem ser isso ou aquilo. A conclusiva é simples: o padrão heteronormativo serve de escudo contra o mundo colorido. É a capa mágica contra a homofobia alheia e mais, insanamente, contra a própria homofobia. É difícil de digerir, de admitir, o quanto somos influenciados pelo padrão. Quem nunca "fez a linha" que atire a primeira pedra!

Pedro: paulinho vc e um psicopata asqueroso!onde ja se viu se alegrar com o espancamento dos outros.vc e doente!seu comentario nem deveria ter sido publicado.

Linda Emanuély: Paulinho, eu gostei da matéria, e ela não faz apologia a franguice generalizada. Mas sinceramente gostei muuuuito também do seu texto. E se vc for qualquer coisa menos obeso e rola pequena, e tem vontade de casar, ACHOU euzinha. KKKKKKK brincadeira, sou afetada em vários momentos e vc não vai gostar. Beijos da LINDA EMANUÉLY - SEMPRE LINDA EMANUÉLY!

Linda Emanuély: Tiago Minervino, parabéns pela matéria. Até que em fim ACAPA publicou algo que realmente trás luz de verdade ao que fomenta decadência na convivência entre os gays. Eu detesto esse tipo de hipocrisia que só cresce. LINDA EMANUÉLY - SEMPRE LINDA EMANUÉLY!

Alex Bom Amigo : Nada a ver. Por ex, eu não me relaciono sexualmente com afeminado pelo simples fato de não sentir tesao, mas nada a ver com a coisa do ser discreto ou não. Não precisa ser afeminada pra não ser discreta, tem vários homens másculos que se "percebe" que não são heteros. Achei o texto sem noção, nada a ver.

psicólogo : Quem escreveu este texto, se quiser marcar um horário pra fazer terapia.

Raskolnikov: Entendi e respeito. Meu parceiro está um tanto longe de ser super másculo, e quebrei parte desse preconceito contra certos trejeitos quando o conheci.

eu: Texto típico dessa neomilitância queer facebookiana. Além de patético, o texto é mentiroso. Cada um deveria prezar pela liberdade individual de se relacionar com quem quisesse. Quantos afeminados não suportam a ideia de se relacionar com outro afeminado?! Não há nada de revolucionário em ser afeminado, até porque a construção da figura do imaginário popular do homossexual é a do afeminado, não é por menos que tantos personagens homossexuais em novelas são afeminados, ao contrário do que o texto afirma. Só alguém com muita carência para escrever um texto desses. Ter respeito pelas características do outro é totalmente diferente da obrigatoriedade de sentir atração.

Fabiano: Texto bastante necessário, mas infelizmente não será capaz de causar una reflexão na maioria da pessoas desse site, por serem majoritariamente preconceituosos e incapazes de realizar a autocrítica. Mas continuem com as reflexões como essa, são importantes para pessoas que acompanham o debate e não se restringem a vomitar opiniões e "achismos" do senso comum.

Carlfer: Texto bem preconceituoso com quem não é afeminado. Nenhum homem gay masculino copia o padrão hétero normativo, ele simplesmente entende q é um homem q gosta de outro homem. Não é pq sou gay q tenho por obrigação ser feminino. Cada um é como se vê, como se sente por dentro ou como quer ser. Ninguém nunca vai agradar a todos, mas eu tb nunca vou deixar de ser masculino pq incomoda quem não é. Respeito é o caminho certo p ambos os lados.

Carlfer: Texto bem preconceituoso com quem não é afeminado. Nenhum homem gay masculino copia o padrão hétero normativo, ele simplesmente entende q é um homem q gosta de outro homem. Não é pq sou gay q tenho por obrigação ser feminino. Cada um é como se vê, como se sente por dentro ou como quer ser. Ninguém nunca vai agradar a todos, mas eu tb nunca vou deixar de ser masculino pq incomoda quem não é. Respeito é o caminho certo p ambos os lados.

HeDC: Se fosse depender dos discretos, ursos e semelhantes a revolta de Stonewall nunca ocorreria...

Renard: Quem foi o gay patético, afeminado e revoltado que escreveu esse texto?. Noventa e nove por cento dos afeminados são escandalosos/sem noção e esperam que todo gay haja da mesma maneira. Adoram colocar tudo no feminino bem como "causar" no ambiente de trabalho fazendo o "outing" de outros tipos de gay. Não é preciso ser afeminado para ser assumido. NENHUM gay - afeminado ou não - é obrigado a fazer/participar da militância. Cada um tem o direito de ter tesão por quem lhe aprouver, então não abro mão de um homem masculino, tanto no físico quanto na postura. O humor dos afeminados é uma maneira de aceitação e defesa. Não gosto de afeminados nem como amigos. Não sou hipócrita e, acima de tudo, burrice e "mimimi" me exaurem. Vai à luta, cave seu lugar ao sol e não "encha o saco" que ninguém merece.

Paulinho : Não sabia que pra ser gay tem que ser OBRIGATORIAMENTE AFEMINADO. Eu posso ser gay e ser macho SIM SENHOR. Isso não é heteronormatividade. Saber cozinhar, Oi? Os melhores Chefs de cozinha são homens. Ser educado? Todo mundo DEVE ser educado, isso não é motivo de piada, gays sofrem disso quando se é criança. Concordo que afeminados têm seu valor, mas a MAIORIA é arrogante que olha os outros "medindo" a pessoa de cima abaixo. Eu adoro quando eles levam surra, eles não merecem respeito se não respeitam ninguém. Qual é o problema em querer manter a masculinidade? Eu quero ser macho, adoro ser macho, coçar meu saco, usar barba, isso NÃO ME IMPEDE de ser educado, usar perfume, ser cordial e simpático com as pessoas. Aliás, os afeminados são carudos e não têm simpatia por ninguém.

Caio: E por que um homem homossexual não pode ter um comportamento discreto ou ser masculino? Por que isso seria moldar-se "na imagem do hétero"? Agora heterossexualidade é requisito para ser masculino? Acho tão sem noção. Tentam tentam e só pioram a defesa do tal discurso.

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo