A Capa


Ministério da Saúde confirma que gays não podem doar sangue

Por Redação em 22/09/2008 às 14h03

Ministério da Saúde confirma que gays não podem doar sangue

Em nota técnica na enviada na última sexta-feira, (19/09) o Ministério da Saúde confirmou que gays e homens que fazem sexo com outros homens (HSH) não podem ser doares de sangue. Segundo os representantes do Ministério, os grupos "mantêm conduta de risco de infecção de doenças como Hepatite B, C e AIDS".

A nota intitulada "Situação de risco acrescido para doação de sangue" é baseada em algumas pesquisas recentes e outras nem tanto, relacionadas à Aids. De acordo com os dados, no Brasil a Epidemia de Aids é menor que 1% na população em geral, e maior que 5% em gays e HSH.

Além disso, estudos nos EUA e na Inglaterra também apontam diferenças significantes no número de casos de Aids entre gays e entre heterossexuais. O mesmo é dito sobre a hepatite C, em uma pesquisa de 1991, "HSH pode ser considerado de risco acrescido para infecção pelo vírus da hepatite C (VHC), apesar da via sexual não ser uma via efetiva de transmissão do vírus".

O Ministério da Saúde chega a conclusão de que estão inaptos para doação de sangue: homens e ou mulheres que tenham feito sexo em troca de dinheiro ou de drogas, e os parceiros sexuais destas pessoas; pessoas que tenham feito sexo com um ou mais parceiros ocasionais ou desconhecidos, sem uso do preservativo; pessoas que foram vitimas de estupro; homens que tiveram relações sexuais com outros homens e ou as parceiras sexuais destes; homens ou mulheres que tenham tido relação sexual com pessoa com exame reagente para anti-HIV, portador de hepatite B; pessoas que estiveram detidas por mais de 24h; pessoas que tenham colocado piercing ou feito tatuagem em lugares que não apresentavam condições de segurança; pessoas que tenham apresentado exposição a sangue ou outro material de risco biológico; pessoas que sejam parceiros sexuais de hemodialisados e de pacientes com historia de transfusão sanguínea; pessoas que tiveram acidente com material biológico.

Antes de encerrar o comunicado, a entidade pede desculpas pela restrição de doadores. "O objetivo não é a exclusão do grupo de gays e HSH desta generosa prática; nem tampouco apoiar atitudes de constrangimentos e de discriminação desta natureza nos serviços de hemoterapia".



Você gostaria de conhecer seu próximo namorado?

Se você quer conhecer vários caras bem próximos da sua casa ou do seu trabalho, nós temos uma solução completa e experiência de mais de 14 anos formando casais gays para namoro, casamento e também para uma noite de diversão.

Você só precisa se dedicar um pouquinho fornecendo suas informações com uma boa foto e pronto! Vários caras vão bater na sua porta querendo um pouquinho de você.

Gostou da ideia? É bem fácil, basta clicar aqui nesse link e digitar o seu e-mail para ter tudo isso.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








Wanda O´kull: Quem escreveu isso, com certeza é evangélico, pois não cita a fonte dos "estudos" que confirmam que gays têm mais AIDS que os heteros. Essa determinação do ministério da saúde é verdadeira, ela existe. Mas, é tendenciosa e preconceituosa. Além disso, é iconsistente com o que dia a Organização Mundial de Saúde. Se todo sangue doado, passa por análise, não interessaria a sexualidade do doador. O que esse tipo de determinação deixa medo é que provavelmente, o sangue doado por heterossexuais não passa por exames, o que pode vir a estar contaminando os receptores desse sangue. Curiosamente, segundo a Organização Mundial de Saúde, o grupo em que aumenta cada vez mais os casos de AIDS é entre mulheres, heterossexual, em relacionamento estável.....

sergio: Bando de chorão que clamam preconceito sem entender porra nenhuma... O problema não é ser gay. O problema é o "comportamento de risco" que eles estão mantendo (muitos parceiros, sexo sem preservativos, sexo anal). Um gay que nao tenha vida sexual nao seria rejeitado na entrevista, pois ele passou pelos critérios. A entrevista é feita em cima desses pontos. A taxa de aids é desproporcionalmente alta entre os gays. Eles tem 20 vezes mais chances de contrair aids e tres vezes mais chances de adiar exames de aids, o que poderia evitar que eles descobrissem a doença em um ponto mais avançado e fizessem que eles adotassem um comportamento sexual mais seguro ( menos parceiros, camisinha). Prostitutas e pessoas hetero promiscuas tambem nao podem doar sangue. Isso é verificado na entrevista antes da doaçao. A coleta tem um custo operacional, e tem uma limitação de pessoal e equipamento para fazê-lo e a urgência é grande. Não faz sentido realizar todo o procedimento se depois o sangue va

Alan Matins: Obviamente é preconceito. Um hétero, por exemplo, não tem como saber se seu parceiro transa sem preservativos com outros todos os dias sem ele saber. No Brasil há uma série de mulheres violentadas todos os dias, logo, MULHER não pode doar sangue devido ao risco (estou usando a lógica que determina se Gay, de forma generalizada, deve ou não doar sangue, estatisticas). Ciência não pode se basear em crenças, achismos, moralismo, etc.

Cintaca Forver: Isso não é desculpa. Mesmo esses 1% de héteros, quando vão doar sangue, têm o seu sangue testado para essas doenças. Por que eles simplesmente não fazem isso com os gays também? Isso é preconceito, sim.

Enéias: A norma não é preconceituosa, mas é sábia. Concordo com o comentário Otenes Rossi. Basta ouvir as conversas. Quando você vive dentro de um círculo de segurança, não quer ser infectado por quem não observa limites. É simples: Gay doa sangue pra Gay e ponto!

Gustavo: querendo ou não é sim uma forma de preconceito tanta pessoas precisando de doações e eles nessa burocracia ninguém ver pessoas pela a aparência não isso é até falta de etica, mais na boa é humilhante você chegar la na boa vontade querendo ajudar e a pessoa te falar não pode pois sua orientação sexual não permite

Rilke: Vou falar nada.....qual a diferença entre eu e eles? Sou menos promíscuo que a mioria dos meus amigos heteros.......vou falar nada...............

Alex Tambosi: Isso é o cumulo, pois assim nenhuma pessoa podera doar sangue, é o maior preconceito que ja vi. Hoje em dia o dificil eh achar pessoas que nao tenham relação sexual com pessoas do mesmo sexo. Isso sim que mostra como esse povo de ministro e cia ltda é pura ignorância!! MONTE DE IDIOTAS E IGNORANTES.

Gabriela Alves: Sinceramente. Acho que as pessoas criam muita polêmica aonde não tem. É necessário uma porrada de exame para doar sangue, não é mesmo ? Agora, pra que tudo ? Gente que quer criar IBOPE e POLÊMICA, fazer tempestade aonde não tem é o que mais existe. Meus lamentos!!

Otenes Rossi: Se existe a proibiçao, a razao é uma: a promiscuidade no meio GAY e a quantidade de portadores do virus em nossa comunidade! Nao encaro esta proibiçao como preconceito nao! Estao querendo apenas salvaguardar possiveis contagios! De fato, existe promiscuidade tanto no meio hetero quanto no meio gay. Mas, no meio gay, infelizmente, a promiscuidade é ainda, sim, muito maior! Voces nao tem colegas gays? nao ouvem as experiencias que contam? Alguém precisa de defender o doente que vai receber o sangue via transfusao, nao acham?

bryan bolly: olha fui doar sangue essa semana e não sabia acho isso um desrrespeito com os a gente porque nós vamos ser obrigado a mentir e se uma pessoa estivesse precisano do meu sangue essa pessoa tem q morrer só porque sou gay ai q brasil é esse gente ve se vamos para frente e estou muito diguinado com isso então para q vale o nosso direito a gente tambem não podia votar pagar imposto né isso não isso eles não fazem agora na proxi,a vez vou ter q falar q faz 1 ano q não faço sexo ou seja vai ter q colocar uma maquina da verdade em quem for doar sangue e tenho serteza q sou muito mais limpo q essa pessoa q colocou essa lei de gente iguinorante chamos tds as classe não só glbt mas eyera e tds para mandar rever essa lei

diego duarte: quero saber se uma pessoa chegar dizendo que é hetero ela vai poder doar sangue e logo depois ela vai sair por ai ficando com pessoas do mesmo sexo, isso é puro preconceito a pessoas que não fizeram nada de mau a ninguem, somente querem ter os mesmo direitos que os outros, será que até mesmo quando estamos querendo ajudar a salvar vidas temos que ser discriminados?

Rafael Trindade: Isso simplismente preconceito aos homossexuais.

glam: Resumindo: ninguém mais pode doar sangue.

elizabeth: Eu conheço um monte de heteros que são promíscuos e estão sujeitos à pegar e transmitir doenças. Essa lei é mais uma forma de nos deixar de fora.

Rafael Valentim: Outro dia fui a um hospital particular conceituadissimo em Santos com meu parceiro com quem mantinha um relacionamento havia 2 anos, e fomos impedidos de doar sangue por sermos homossexuais. Apesar do nosso historico ser: ele foi meu primeiro parceiro sexual com quem transei sem preservativo, pois sabia que por ele ser funcionario da area da saude, sempre fazia exames, e alem disso estavamos numa relaçao estavel, e de ele ter sido o terceiro em tres anos, e o dele sendo similar, nao pudemos nem argumentar. Fomos impedidos simplesmente por sermos gays! Quuem perde com isso sao os hospitais e quem precisa de sangue! A crueldade e a nova palavra pra prevençao?

Mari: no lugar de impedir gays de doarem sangue por terem "riscos maiores", pq é q eles não examinam antes de receber o sangue?! fazer exames contra AIDS e todas as dst's deveria ser mais importante do que excluir uma pessoa por usa opção sexual. Pessoas heterossexuais também podem transmitir doenças e eu duvido muito que faz alguma diferença com quem q a pessoa tenha dormido, desde que o sangue seja limpo.

Camilla: Entendam , sim de um certo modo é uma falta de respeito. Mas é de se convir que essa medida foi tomada em forma de prevenção . Sim , é notório que vocês que comentaram se previnem , mas nem todos são assim . E por causa de mesmo que a menoria deve haver essa excessão . Ainda é inadimicível em pleno século XXI existerem pessoas que se relacionam com pessoas do mesmo sexo e não se previnem e por essas e outras o Ministério da SAÚDE precisa tomar essas medidas . É constrangedor , mas digamos que é que nem no colégio ... muitos pagam por poucos .

Thiago Santin: ISSO É UM TREMENDO ABSURDO, É UMA IMORALIDADE SEM PRETENÇÕES, ONDE JA SE VIU OS GAYS NO PODEREM DOAR SANGUE, NOS TAXARAM COMO SE NOS FOSSEMOS SUJOS, DOENTES OU ALGO PIOR, ISSO É A PIOR COISA Q PODERIA ACONTECEM PRA GENTE, UMA FALTA DE DESRRESPEITO, MUITAS PESSOAS PRECISAM DE SANGUE E NOS GAYS SOMOS NORMAIS, E TB MERECEMOS AJUDAR OS PROXIMOS!!!!

washington: acho uma grande besteira!!!!!

Igor Lacerda: uma regra retrógrada demais, até pq até as mulheres heterossexuais e donas de casa são um novo grupo de risco. Fazer sexo e ser "promíscuo" não é uma exclusividade homossexual, existem muitos heterossexuais infectados pelo vírus. enfim, isso é tão hipócrita que eu tenho nojo.

Leandro Luiz: Axo uma tremenda falta de respeito contra nós homossexuais, pois será que o sangue de um gay é mais ruim do que o de um hetero?? que jogue a primeira pedra quem nunca transou com gay hoje em dia... que povo descarado... preconceito sem disfarce algum, axo que o Ministério da Saúde poderia analisar melhor isso, já passei pela situação d ser rejeitado a doar sangue por ser gay, a vontade que deu foi de partir em cima da puta que me atendeu, pois axo que se eu tivesse dito que transava com mulher mesmo sendo mentira teria sido aceito para doar sangue. Até onde me lembro para ser feito o uso do sangue, o mesmo é examinado várias vezes. será que estão pegando sangue de pessoas limpas e jogando direto a outras, como já ouvi vários casos de pessoas que contrairam o Virus do HIV por transfusão. Aff o Brasil nunca vai crescer com atitudes medilcres como estas.

Danilo Araujo Sakota: Falta de respeito, falta de dignidade, falta de caráter, preconceito puro em forma de lei. que absurdo Brasil

danilo tulio carvalho: A midia fala: DOAÇAO DE SANGUE UM ATO PARA TODOS!! qndos milhoes de pessoas presissam ,de um gesto q eu acho lindo e humano,hoje eu vejo que pode der desvantagem ou publico gay. se algum dia eu presiça doar meu sangue para um familiar meu nao posso pelo fato q eu sou gay. e VER E NAO FAZER NADA, O QUE FAZER E ASIM MESMO.

Joao: O objetivo não é exclusão? Quanto falso moralismo! É a mesma coisa de dizer: "Eu não tenho nada contra gays, mas acho que todos eles deviam morrer esses viados!" Eu não espero mais nada de bom do Brasil... O Brasil sempre regredindo!

Lucas: Isso é que eu chamo de preconceito disfarçado, podem enganar alguns, mas a maioria sabe o por que de tudo isso :@

Marco Antonio de Oliveira: Chega a ser ilário para não dizer repugnante essa atitute do Ministério da Saúde. Mas vamos ao fato. O fato é que se falam tanto em combater a homofia, discriminação e sei lá mais o que e ai vem uma lei que faz exatamente aquilo que eles dizem combater. Essa é para mim a forma mais clara e descarada de discrimanção com os gays, e meu namorado passou por essa situação ao ser proibido de doar sangue quando assumiu ser gay para a enfermeira. Um verdadeiro absurdo. Enfim, gostaria de saber o que os grupos defensores dos direitos GLSBT, estão fazendo para reverter essa situação. Porque para mim, de nada adianta organizarem uma das maiores parada do orgulho gay, quando estamos sendo discriminados até nas leis. Desculpem pelo desabafo.

Wilton: Só enviar uns videos das festas de baile funk e das micarês que acontecem pelo Brasil, para este ministro ridiculo ver o que é comportamento de risco.

Van: Isso é puro preconceito, pois após o sangue ser doado ele passa por um serie de exames antes de ser injetado em outra pessoa, então isso não é motivo palpável para excluir um determinado grupo da sociedade de doar sangue. Enfim o banco de sangue de todo pais está faltando sangue e eles ainda fazem isso. É isso ai Brasil!

fabiano roberto diedrich: Bom eu sempre fui doador de sanguem no RIO GRANDE DO SUL onde morava,sou gay e sempre doei sangue nunca tive nenhuma doença e sempre que fiz sexo me previni .Hoje quis ir doar sanqgu fui negado por ser gay ACHO ISSO um abisurdo porq tem homens casados que se disem éteros e saem com GAYS .... BOM MAS ÉSA É NOSSA SOCIEDADE AGORA NÃO VANHÃO MAIS FALAR DE DOAÇÃO QUE NÃO DOO MAIS NADA... E ENTRAREI COM UM PROCESSO CONTRA A FEDERAÇÃO POR CAUSA DE PRECONCEITO RACIA... OBRIGADO ..

Thiago: Achei um absurdo não poder doar após minha primeira relação homossexual - que foi com camisinha!! 5% é uma amostragem pouco significante para justificar tal atitude do governo.

Donny: Nunca doei sangue e se fosse doar não falaria que tenho relações sexuais com um homem queria ver quem descobriria e tem outra tenho amigos que são gays e doam pois falam que não são e nunca tiverão relações com outros homens, continuo achando isso ridiculo...

fran: affe...isso é ridiculo.quel é a diferença entre os gays e as outras pessoas?a opção sexual não vai influenciar em absolutamente nada a vida das pessoas que receberão o sangue doado...aaa por favor isso é puro preconceito!acaso se voce precisasse de sangue e seu filho fosse gay voce recusaria o sangue dele por ele ser gay?aaa me poupe

et_al: As estarísticas são claras. Há uma incidência maior de casos de HIV entre homoafetivos (5% contra 1%), isso não justifica preconceito, mas medidas de segurança. O que não significa dizer que heterossexuais não contraiam HIV. Além disso parceiros de pessoas desconhecidas não podem doar. Eu não posso doar e não estou revoltado. Parece ser uma indignação baseada numa insatisfação apenas.

fernando soares delima: lembro-me q quando surgiu a aids no Brasil. a medicina informava que so os gays a tinham. com o passar dos anos viram q tal informação era errada , afinal de contas ñao era só os gays que tinha sangue.com essas informa~çoes equivocadas a dissiminaçao da ais foi imensa. agora tem muitos gays enrustido, casados com filho que vivem no anonimado.oq eu quero dizer que qualquer pessoa pode ser portador e que nen todos os gays são promiscuos.eu tenho 47 anos quando a aids surgiu eu devia ter uns 23 anos e sou uma pessoa saudavel, sem o vírus, e conhece muito heteros q tem a doença . então fica dificil as instituiçoes de saude afirmar q os gays ou prostitudas sejam de alto risco, pelo contrario devido a tamanha discriminação a maioria se previne.E tem muitos heteros q acha que aids so pega em gais, não os culpo afinal quem deveria dar um melhor esclarecimento sobre a doença, informa de forma preconceituoça

CLEITON SILVA: Claro! Quem falou mesmo que o preconçeito acabou ?SEI QUE O MAIOR PORCENTAGEM DE PORTADORES DST SÃO AS MULHERES CASADAS (AUALMENTE)E SABEM PORQUE :enquanto as dona de casa lava e passa seu maridos estao se divertindo em horas extras com garotas e GAROTOS de programa assim passamdo a DST para sua esposa. o grupo de risco nessa historia é que o homem é egocentrico e condicionado a puro preconceito. O ministerio da saúde fala : EU NÃO TENHO PRÉCONCEITO COM O POVO GLS(O MESMO PENSA)POREM LOO0000OOGE DA MINHA FAMILIA , SANGUE GAY ##resumindo## eu poderia debater horas porem é certo uma coisa somos humanos (todos iguais) nao podemos salvar uma vida (sem mentir ,negando nosse opçao sexual).

jorge: gostaria de escrever....mas é vergonhoso e inaceitavel... sou O negativo... e nao posso doar pq tenho relações sexuais com outro homem, mesmo usando preservativos, hoje em dia nao se pode confiar em ninguem, já tive flertes com homens casados com mulheres ( bisexuais e homossexuais camuflados)e então a esposa dele não poderia doar... mas ela não sabe da vida dele... é muito ridículo...foi como se o usar preservativos fosse inútil... se ainda é realizado exame de HIV... porque isso?????

Marcelo: O problema está em julgar os Homossexuais em maiores contaminadores, porém não foi levado em conta homens e mulheres casados com relações fora do casamento, casos como esse podem trazer para o parceiro a doença de fora da relação e, transmitir da mesma maneira.Hoje sabemos que existem pessoas de ambos os sexos que mesmo dentro do casamento procuram fora relações com o mesmo sexo ou não.O julgamento deve ser feito pelo todo! Todos somos iguais temos os mesmos direitos,ou não é verdade que alguém que, por exemplo trabalhe com saúde ou não, e seja gay não obtendo nenhuma doença dessa citadas,alguém realmente saberia de sua opção? Consciência minha gente, estão criando motivos para julgarem,acho que não queriam ser julgados também!

Lucas: Acredito que todas as formas de prevenção sejam necessárias. Afinal, o mundo está cada dia com uma doença nova. Mas devemos tomar cuidado com uma "doença" que assola este tão chamado de mudo moderno: o preconceito. Se há, realmente, um grupo de risco nas classes citadas, deve-se aceitar e fazer por onde não estar nele. A cautela é necessária.

marcos rafael moraes cardoso: Acho importante essa colocaçao desde que os profissionais da saude sejam aptos e saibam como dizer aos que nao podem ser doadores, de maneira humana , visto que na maioria das vezes isso nao ocorre.

paulo cesar: Pelo que eu saiba nos postos de doação de sangue sempre vc fica sabendo na hora o seu tipo de sangue e sempre perguntam com quantas pessoas vc teve relaçõ nos ultimos 6 meses se caso tenha tido com mas de uma ai não podera doar. E na atualidade tem varios meios de se informar sobre como se prevenir ñ só em postos de saude mas também na internet, e em varios outros lugares vc pode se imformar. E hoje em, dia qual o homosexual que vai correr o risco de pegar uma doença grve? por isso ñ venha dizer que homosexuais ñ podem doar sangue.

Edvaldo: Essa tal proibição já vem a muito tempo. Há quatro nos atrás, fui doar sangue e ao falar que tinha relações com pessoa do mesmo sexo, fui impedido de fazer a doação, como se ainda exista grupo de risco e não comportamento de risco. Um ABSURDO!

vander: acho um absurdo esta pesquisa pois excluem cada vez mais o gay do hetero não só a pesquisa é preconceituosa acho que eles deveriam pegar o tempo da pesquisa e voltar pra ver se descobre a cura da aids

douglas: Hora essa! Mas entao o sangue doado nao é testado. Isso quer dizer q alguem q reuna as condiçoes de doacao e estiver contaminado vaicontaminar quem receber esse sangue. que segurança hein!!!

Max: Que absurdo. Não existem mais "grupos de risco". O que deve ser considerado é "práticas de risco" para aceitar ou não doadores. Existem heteros muitos mais promiscuos que muitos gays!!! É obvio que essa decisão tem algum caráter preconceituso, e na minha opinião deve ter algum religioso fanático manipulando tudo isso.

Rodrigo Franco: Uma coisa a contestar na reportagem. O fato de gays não serem aceitos como doadores é até compreensível, uma vez que os homossexuais estão mais vulneráveis à aids e quem precisa de sangue já tem algum problema de saúde, assim sendo, não justifica expo-las ao risco de agravarem o seu problema de saúde. O que eu não concordo é dizer que a restrição seja por que os homossexuais são mais promíscuos e que se "aventuram" em orgias, bacanais e swings constantemente. Isto sim é preconceito! Isto sim é discriminação! Sou homossexual e não sou promíscuo. Conheço uma enormidade de heteros que teem muito menos consciência das consequências a que se expõe do que os gays e nem por isso saio alardiando que eles são mais (ou menos) promiscuos que nós.

rodrigo: isso é preconceito, há quem diga ñ mas está na cara, se homossexuais correm o risco de ter essas doenças o que podem dizer dos heterossexuais!

flavio: quanta ingnoranci neste país de corrupçaõ, só tenho pena de qum precisa de receber um hemotransfusão, porque desta regra que é que vai poder doar sangue, fala sério, temos q sá um basta.

Nivaldo Barreto: Como diz um amigo meu do trabalho, você só consegue doar sangue se mentir para as autoridades. Então, tá!

José: É inacreditável que em pleno século XXI ainda se pense e aja dessa forma...É no mínimo lamentável tal decisão de um órgão governamental tão credenciado como o Ministério da Saúde. Estamos voltando á Era Medieval (daqui a pouco vão começar a colocar os gays em execução nas praças públicas hein?).

sandro : se isso ñ e preconceito e oq então?????? mudou de nome ?????

Paulo Duarte: Então eu pergunto: Vai sobrar algém para doar sangue no Brasil?

aroldo: podemos deixar de pagar impostos tambem?

Brigman: Ta certo o MS, evitar antes é melhor que remediar. Os gays nao precisam preocupar, eles ja doam... o C. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Leo Santana: Não é exclusão? Tá bom...¬¬

carlos mendes de lima: bem sou homossexual, tenho meu parceiro ha 6 anos, e sempre que me pediran para fazer doação de sangue para companheiros de trabalho ou para minha própria familia eu sempre lá estava doando e fazendo a minha parte, e graças à Deus nunca tive duvidas sobre meus exames,

rerison aquino: isso é somente puro preconceito com de sempre.

ivomar: E quanto aos exames que são realisados não tem valor? não são seguros? Eu tenho varios amigos meus negam quando vão doar.

Adilson : Isso é mais do que uma medida excludente e preconceituosa. No mais que em se tratando de contaminação pelo HIV, não existe grupo de risco e sim comportamento de risco independente da atividade sexual do individuo. No mais que em outros paises até as perguntas feitas na triagem não são mais do padrão brasileiro... Arcaicas...

thiago: sou profissional da saúde, e fico envergonhado com a atitude do MS. Além da dicriminação contra os gays, tem as outras ( muitas) restrições, os bancos de sangue já podem fechar suas portas. Espero que alguêm se desculpe futuramente pela falta de sangue aos que precisarão.

Anterior  1 2 3  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo