A Capa


HOMOFOBIA: Casal de namorados é agredido por trocar beijos em festa de formatura

Por Tiago minervino em 08/08/2017 às 15h27

HOMOFOBIA: Casal de namorados é agredido por trocar beijos em festa de formatura
Convidados de uma estudante formando em direito pela PUC do Rio Grande do Sul, o casal Marcus Vinicio Soares, de 53 anos, e Raul Silveira Weiss, de 22, foram expulsos da festa realizada na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre, depois de serem agredidos pelo pai da jovem e outros homens.

Psicólogo e empresário, Marcus contou, em depoimento à polícia, que, após trocar carícias com seu parceiro, que é universitário e colega da formanda, um grupo de homens começou a se aproximar e jogar bebida neles. Até então, ele não tinha ciência da conivência do pai dela no caso.

"Vieram o pai da formanda e mais dois ou três, não sei. Eles vieram dançando em volta, só homens, bem perto, apesar de ter espaço, e lançaram bebida em cima da gente. Não me dei conta de que tinha sido com conivência do pai dela (estudante). Como já era a segunda ou terceira vez que jogavam bebida assim em nós, eu fui falar com ele", desabafou o psicólogo em uma publicação no Facebook.

Beccon segue contando que foi conversar com o pai da jovem, que o tratou de forma rude, mostrando-se incomodado com a presença dos namorados na festa: "Olha aqui, vagabundo, faz assim: vocês vão embora, que vocês é que estão incomodando e isto não é lugar para vocês", teria dito. O empresário conta que respondeu alegando ter sido convidado pela filha do agressor, mas que iria se despedir da formanda e contar que foram expulsos do local.

Nesse momento, Beccon relata que, ao se virar para chamar o namorado, foi derrubado pelos homens que haviam jogado bebida nele, e começou a ser agredido, inclusive, pelo pai da estudante. Ele teria sido imobilizado, além de receber pontapés em partes do corpo.

"Ouvi a palavra vagabundo, aí me pegaram pelas costas, me arrastaram pelo salão por uns dois metros, na frente de todo mundo, e me deram chutes e tapas. Enquanto davam tapas, tentei pegar meu celular, mas o pai da formanda arrancou-o de mim. Davam aqueles tapas de mão aberta e diziam: 'Viado!, Vagabundo!'. E o pai dela dizia: 'Aqui não é lugar para vocês, eu te falei'. O Raul tentava chegar perto, me socorrer, senti a mão dele tentando me puxar, mas foi segurado. Disseram: 'Cala a boca ou tu vais apanhar também'. Então eu vi que deixaram a mãe da formanda entrar no meio do grupo. Eu disse: 'Vou processar vocês'. Vi que ela fez cara de apavorada. Depois eu soube que ela é advogada. Ela falou: 'Larga ele'. Foi aí que me soltaram", contou.

Marcus relata que tudo durou em torno de três minutos. Quando a agressão acabou, alguns seguranças se aproximaram, mas, ao invés de ajudá-lo, levaram-no à força para fora do clube.

O caso foi registrado na 3º Delegacia de Porto Alegre e segue sob averiguação. Os pais da formanda não se manifestaram sobre o ocorrido. O salão de festas disse não ter qualquer envolvimento com a agressão e que eles apenas fornecessem o espaço para aluguel.

Beccon conta que está em choque e não conseguiu ir trabalhar na segunda-feira. Weiss, que cursa o último ano de direito na mesma universidade, revelou que não tem conseguido ir às aulas. Ainda, o universitário disse ter sido convidado pela formanda no começo do ano, e que a mesma tinha plena ciência de sua orientação sexual e de que ele namorava: "Na festa, na lista do evento, estava escrito 'Raul e namorado', contou. "Foi uma sensação horrível vê-lo ser agredido e sofrer ameaças", desabafou Weiss.


Você gostaria de conhecer seu próximo namorado?

Se você quer conhecer vários caras bem próximos da sua casa ou do seu trabalho, nós temos uma solução completa e experiência de mais de 14 anos formando casais gays para namoro, casamento e também para uma noite de diversão.

Você só precisa se dedicar um pouquinho fornecendo suas informações com uma boa foto e pronto! Vários caras vão bater na sua porta querendo um pouquinho de você.

Gostou da ideia? É bem fácil, basta clicar aqui nesse link e digitar o seu e-mail para ter tudo isso.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








Danilão: Raquel oque seria ''um bom nível social''?

Pierre: Nesses casos de homofobia não fundamentalista existe um mecanismo educativo que a faz cessar para sempre: ação de indenização por perdas e danos. Entre as perdas também haverá uma para uma das vítimas: a amiga desavisada que fingiu desconhecer o tipo de pai que tem. Talvez não será tão grande essa perda de amizade. Mas mexer, remexer e esvaziar os bolsos desses escrotos homofóbicos vai trazer um resultado fantástico para essa história.

Ale Bom Amigo : Que coisa mais horrível, espero q não fique impune....Haja visto q devem ter filmado e pelos relatos o baile todo viu, então tomara que não falte testemunhas.....e o comentário da Linda, concordo em partes, se continuarmos nos escondendo, nunca irá mudar....

Max: Tem razão Linda Emanuely, a formanda que os convidou, pelo visto se fez de morta.

Diego Oliveira: A formanda poderia estar em qualquer lugar da festa. A confusão durou apenas 3min... É cada uma que leio.

Ruan Prata: Linda Emanuély, gostei muito do que você escreveu. Nada mais a acrescentar.

Raquel: Eu convivo com homens heteros,até mais do que com gays,e nunca vi algo do tipo. Hetero bem resolvido,ainda mais de bom nível social,não se incomoda com gays. Isso é coisa de maricona enrustida,pesquisem e vão achar vários podres desses "homens".

Linda Emanuély: Estado do Rio Grande do Sul, conhecido pelo elevado índice de homofobia, e o cara vai fazer carícias no noivo numa festa que tá cheia de " família tradicional ou heteronormativa" ???? Me perdoa a vítima, mas quem anda com porcos come farelo. Eu não vou nem à festas de sobrinhos, e se vou é na retaguarda, se bobiar levo até gaz pimenta comigo, quanto menos ainda ir na festa de uma " amiga ". Amiga(o) é dinheiro no bolso, porque a formanda não meteu a mão na cara de todos lá? Eu meteria a mão na cara de meu pai se ele ousasse a fazer isso com um convidado meu. LINDA EMANUÉLY - SEMPRE LINDA EMANUÉLY!

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo