A Capa


HOMOFOBIA: Casal de namorados é agredido por trocar beijos em festa de formatura

Por Tiago minervino em 08/08/2017 às 15h27

HOMOFOBIA: Casal de namorados é agredido por trocar beijos em festa de formatura
Convidados de uma estudante formando em direito pela PUC do Rio Grande do Sul, o casal Marcus Vinicio Soares, de 53 anos, e Raul Silveira Weiss, de 22, foram expulsos da festa realizada na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre, depois de serem agredidos pelo pai da jovem e outros homens.

Psicólogo e empresário, Marcus contou, em depoimento à polícia, que, após trocar carícias com seu parceiro, que é universitário e colega da formanda, um grupo de homens começou a se aproximar e jogar bebida neles. Até então, ele não tinha ciência da conivência do pai dela no caso.

"Vieram o pai da formanda e mais dois ou três, não sei. Eles vieram dançando em volta, só homens, bem perto, apesar de ter espaço, e lançaram bebida em cima da gente. Não me dei conta de que tinha sido com conivência do pai dela (estudante). Como já era a segunda ou terceira vez que jogavam bebida assim em nós, eu fui falar com ele", desabafou o psicólogo em uma publicação no Facebook.

Beccon segue contando que foi conversar com o pai da jovem, que o tratou de forma rude, mostrando-se incomodado com a presença dos namorados na festa: "Olha aqui, vagabundo, faz assim: vocês vão embora, que vocês é que estão incomodando e isto não é lugar para vocês", teria dito. O empresário conta que respondeu alegando ter sido convidado pela filha do agressor, mas que iria se despedir da formanda e contar que foram expulsos do local.

Nesse momento, Beccon relata que, ao se virar para chamar o namorado, foi derrubado pelos homens que haviam jogado bebida nele, e começou a ser agredido, inclusive, pelo pai da estudante. Ele teria sido imobilizado, além de receber pontapés em partes do corpo.

"Ouvi a palavra vagabundo, aí me pegaram pelas costas, me arrastaram pelo salão por uns dois metros, na frente de todo mundo, e me deram chutes e tapas. Enquanto davam tapas, tentei pegar meu celular, mas o pai da formanda arrancou-o de mim. Davam aqueles tapas de mão aberta e diziam: 'Viado!, Vagabundo!'. E o pai dela dizia: 'Aqui não é lugar para vocês, eu te falei'. O Raul tentava chegar perto, me socorrer, senti a mão dele tentando me puxar, mas foi segurado. Disseram: 'Cala a boca ou tu vais apanhar também'. Então eu vi que deixaram a mãe da formanda entrar no meio do grupo. Eu disse: 'Vou processar vocês'. Vi que ela fez cara de apavorada. Depois eu soube que ela é advogada. Ela falou: 'Larga ele'. Foi aí que me soltaram", contou.

Marcus relata que tudo durou em torno de três minutos. Quando a agressão acabou, alguns seguranças se aproximaram, mas, ao invés de ajudá-lo, levaram-no à força para fora do clube.

O caso foi registrado na 3º Delegacia de Porto Alegre e segue sob averiguação. Os pais da formanda não se manifestaram sobre o ocorrido. O salão de festas disse não ter qualquer envolvimento com a agressão e que eles apenas fornecessem o espaço para aluguel.

Beccon conta que está em choque e não conseguiu ir trabalhar na segunda-feira. Weiss, que cursa o último ano de direito na mesma universidade, revelou que não tem conseguido ir às aulas. Ainda, o universitário disse ter sido convidado pela formanda no começo do ano, e que a mesma tinha plena ciência de sua orientação sexual e de que ele namorava: "Na festa, na lista do evento, estava escrito 'Raul e namorado', contou. "Foi uma sensação horrível vê-lo ser agredido e sofrer ameaças", desabafou Weiss.


Que tal mais caras e encontros?
Tem horas que tudo que mais queremos é ter vários contatinhos na agenda para um sexo bem gosto, mas às vezes queremos apenas aquele contato especial, aquele crush magia, para ir no cinema e levar pra jantar.

O legal é que tem lugares que você pode encontrar tudo isso, tanta gente querendo encontros casuais e deliciosos como um amor pra vida. O Disponivel.com é este lugar e está cheio de caras incríveis perto da sua casa.

Já são 15 anos formando casais, encontros e tudo isso... Além do que você pode ver os caras ao vivo pelas câmeras ou seus vídeos gravados, conversar no chat... Tem muita coisa. Entre aqui e aproveite agora e gratuito.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








Danilão: Raquel oque seria ''um bom nível social''?

Pierre: Nesses casos de homofobia não fundamentalista existe um mecanismo educativo que a faz cessar para sempre: ação de indenização por perdas e danos. Entre as perdas também haverá uma para uma das vítimas: a amiga desavisada que fingiu desconhecer o tipo de pai que tem. Talvez não será tão grande essa perda de amizade. Mas mexer, remexer e esvaziar os bolsos desses escrotos homofóbicos vai trazer um resultado fantástico para essa história.

Ale Bom Amigo : Que coisa mais horrível, espero q não fique impune....Haja visto q devem ter filmado e pelos relatos o baile todo viu, então tomara que não falte testemunhas.....e o comentário da Linda, concordo em partes, se continuarmos nos escondendo, nunca irá mudar....

Max: Tem razão Linda Emanuely, a formanda que os convidou, pelo visto se fez de morta.

Diego Oliveira: A formanda poderia estar em qualquer lugar da festa. A confusão durou apenas 3min... É cada uma que leio.

Ruan Prata: Linda Emanuély, gostei muito do que você escreveu. Nada mais a acrescentar.

Raquel: Eu convivo com homens heteros,até mais do que com gays,e nunca vi algo do tipo. Hetero bem resolvido,ainda mais de bom nível social,não se incomoda com gays. Isso é coisa de maricona enrustida,pesquisem e vão achar vários podres desses "homens".

Linda Emanuély: Estado do Rio Grande do Sul, conhecido pelo elevado índice de homofobia, e o cara vai fazer carícias no noivo numa festa que tá cheia de " família tradicional ou heteronormativa" ???? Me perdoa a vítima, mas quem anda com porcos come farelo. Eu não vou nem à festas de sobrinhos, e se vou é na retaguarda, se bobiar levo até gaz pimenta comigo, quanto menos ainda ir na festa de uma " amiga ". Amiga(o) é dinheiro no bolso, porque a formanda não meteu a mão na cara de todos lá? Eu meteria a mão na cara de meu pai se ele ousasse a fazer isso com um convidado meu. LINDA EMANUÉLY - SEMPRE LINDA EMANUÉLY!

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo