A Capa


Entidades sociais farão protesto em SP pela memória da travesti Dandara

Por Tiago em 16/03/2017 às 16h45

Entidades sociais farão protesto em SP pela memória da travesti Dandara
A Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, e demais entidades sociais ligadas aos direitos humanos e movimentos pró-LGBT, realizarão no próximo sábado, 18, um protesto em memória da travesti Dandara dos Santos, cruelmente assassinada em fevereiro no Ceará.

Intitulado "Chega de LGBtfobia", o ato visa pressionar políticos a tipificarem o crime de ódio contra a vida de outrem por causa da orientação sexual, nos mesmos moldes do racismo.

A manifestação terá concentração às 16h e saída às 17h da Praça Roosevelt, na Consolação, região central da capital. Os manifestantes percorrerão a Avenida Ipiranga, Praça da República, Avenida Vieira de Carvalho e Largo do Arouche.

Caso

Dandara dos Santos, de 42 anos, foi brutalmente assassinada no dia 15 de fevereiro, com socos e pauladas. A agressão foi toda filmada por seus algozes e compartilhadas nas redes sociais. Com a repercussão, o crime chocou o país, gerando revolta e comoção entre os internautas. O caso está sendo investigado pela polícia do Ceará e até o momento oito suspeitos estão presos, sendo que quatro deles são menores de idade.


Que tal mais caras e encontros?
Tem horas que tudo que mais queremos é ter vários contatinhos na agenda para um sexo bem gosto, mas às vezes queremos apenas aquele contato especial, aquele crush magia, para ir no cinema e levar pra jantar.

O legal é que tem lugares que você pode encontrar tudo isso, tanta gente querendo encontros casuais e deliciosos como um amor pra vida. O Disponivel.com é este lugar e está cheio de caras incríveis perto da sua casa.

Já são 15 anos formando casais, encontros e tudo isso... Além do que você pode ver os caras ao vivo pelas câmeras ou seus vídeos gravados, conversar no chat... Tem muita coisa. Entre aqui e aproveite agora e gratuito.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








pierre: No direito penal quando não se quer punir ninguém mas se quer dar uma cara de punição a algo errado cria-se o que se chama de norma penal em branco. Ela abrange tudo e nada ao mesmo tempo, dando-se margem às interpretações mais malucas possíveis e sempre necessitando de apoio de alguma outra ciência fora do direito penal para precisá-la.Por isso a criminalização do ódio à comunidade LGBT deve ser específica e NUNCA jamais GERAL. For assim, juízes mandarão fazer laudos e mais laudos, socorrendo-se de opiniões diversas para se chegar à conclusão, por exemplo, se o agredido era ou não uma travesti ou até mesmo o que é ser travesti,com discussões processuais eternas até que a punição seja atingida pela prescrição, ou seja, o direito de punir é perdido diante da demora em aplicá-lo. A lei tem de ser clara, precisa e objetiva. No caso, bem rigorosa também.

Max: Se esses religiosos não fossem uns pilantras, eles seriam os primeiros a irem contra toda e qualquer tipo de discriminação, digo isso, porque são, em sua maioria, os "religiosos" que barram que se inclua a lgbtfobia como crime.

HeDC: Muito cinismo e hipocrisia é colocar junto com racismo, religião... e preconceito antiLGBT que é bem mais comum e intenso nada... O ideal mesmo é "Motivo de Intolerãncia Geral" ELIMINANDO os detalhismos para evitar má interpretações. aí contempla a intolerãncia ideológica, etc.

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo