A Capa


Barbie: De brincadeiras infantis a nome de tribo gay, a influência da boneca cinquentona

Por William Magalhães em 09/03/2009 às 19h41

Barbie: De brincadeiras infantis a nome de tribo gay, a influência da boneca cinquentona

Loura, com algo em torno de trinta centímetros, ela faz bater mais forte os corações de meninas e meninos. Ela é Barbie, ícone inconfundível da cultura pop, a boneca mais cool do mundo. Hoje ela chega aos cinquenta anos tão em forma quanto Madonna e tão na ativa quanto Morrissey.

A Barbie é mara, uma boneca muito hype. Se fosse uma pessoa, ela seria fervida, se jogaria a noite e teria um monte de amigos gays. Porque a Barbie é um luxo só. Já inspirou estilistas, coleções, filmes, desenhos, músicas e até outras bonecas. Barbie é a mais polivante, a mais eclética de todas. Antenada e versátil, ela é moderna e atual. Há museus em sua homenagem, há lojas gigantescas com seus mais de 900 modelos.

Uma boneca com várias faces. Que trabalha em lanchonete, dá aulas, é veterinária, dentista, manobrista, ginasta... e também é princesa, fada, rica e possui uma mansão, um carro conversível e um ex namorado que é gostoso e, diga-se, tão "barbie" quanto ela. A boneca já apareceu em vestidos de noivas finos e só de blusinha e calça jeans. Por essas e outras, Barbie é pós-moderna, multi-facetada. Seus cabelos mudam de cor só com água fria e canetinha. Algo imagético, como um símbolo das mudanças cada vez mais rápidas das sociedades contemporâneas.

Barbie é referência e já influenciou pelo menos três gerações. Seu estilo independente acompanhou e ditou tendências. Barbie evoluiu com o passar dos anos. Não à toa, as meninas são suas fãs. Não à toa, os meninos também são, embora estes sempre tenham que aguentar piadinhas sobre suas sexualidades.

Que atire a primeira pedra quem nunca brincou de Barbie e inventou histórias românticas ou enredos mais mirabolantes, como traições e dramas familiares tendo a fofa como protagonista. Qual a bicha, trava ou até sapatão, não teve ou quis ter uma boneca, mesmo que genérica, como a Barbie? Quase uma síntese ou um emblema da genialidade humana.

Seu slogan, "tudo o que você quer ser", também não foi criação do acaso. Barbie realmente é uma inspiração. Uma doce inspiração cor-de-rosa que acalenta as brincadeiras infantis e que deu origem até ao nome da tribo gay de homens fortes, bombados, sarados, siliconizados. De plástico, como a Barbie, todos somos um pouco. Por isso, na data de hoje, em que ela faz aniversário, nada como tirar aquela sua velha Barbie do armário.



Você gostaria de conhecer seu próximo namorado?

Se você quer conhecer vários caras bem próximos da sua casa ou do seu trabalho, nós temos uma solução completa e experiência de mais de 14 anos formando casais gays para namoro, casamento e também para uma noite de diversão.

Você só precisa se dedicar um pouquinho fornecendo suas informações com uma boa foto e pronto! Vários caras vão bater na sua porta querendo um pouquinho de você.

Gostou da ideia? É bem fácil, basta clicar aqui nesse link e digitar o seu e-mail para ter tudo isso.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








Fernando: Eu sou um urso que trabalha pra ficar como barbie. hehe

jack: barbie è uma boneca demoniaca

Felipe: Parabéns pelo artigo sobre a Barbie. Ela é sem dúvida um ícone, de moda, estilo, atitude e sem falar que é glamour puro! Adorei! Tão de parabéns. Ps: já tirei minhas Barbies do amrário...

Nivaldo Barreto: Barbie é tão amada quanto desprezada. Eu gosto de barbies porque provocam! ;-)

José Gabriel Navarro: Quantos adjetivos elogiosos - e logo no primeiro parágrafo. Panfletagem tem limite. Afinal: é uma reportagem ou um artigo? O título sugere algo imparcial. Alguém avisa...

Ricardo: Fantastica a reportagem!!! Nuca tive barbie mais e fato que mexeu e mexe com uma geracao de criancas! O criador dela! teve uma excelente sacada!!!

MARCOS: Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrssr!!!!!!! MUITO LEGAL ESSA MATÉRIA! NA MAIORIA DAS VEZES A CAPA TRAZ TEMAS POLÊMICOS E QUE REALMENTE FAZ A SOCIEDADE NO MÍNIMO PENSAR, QUE QUANDO LI ESSA MATÉRIA ACHEI BEM DESCONTRAÍDA. A CAPA É ASSIM, FEITA PRA MIM!!!!

Henrique: Ate quando os gays estarao associados as piores qualidades femininas como vaidade, narcisismo, fofoca, futilidades, cultira pop... Ja esta na hora de por fim a didatura da frescura!

jose almeida: Bom , eu não sou bicha, trava e nem tao pouco sapatão.Nunca tive desejo de ter uma Barbie que reflete o mundo futil e consumista dos fashionistas capitalistas

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo