A Capa


Vídeo denuncia machismo na indústria pornográfica; assista

Por Redação em 15/05/2018 às 10h53

Vídeo denuncia machismo na indústria pornográfica; assista
Um vídeo de 2014 publicado no canal do YouTube da TV USP (Universidade de São Paulo) voltou a circular nas redes sociais esta semana após ser compartilhado pela página do Facebook "Desintoxicação do Romantismo".

A reportagem de Gabriella Feola, com imagens de Claro Bastos e Clara Lazarim, busca discorrer sobre os maus-tratos sofridos pelas mulheres que atuam em produções de entretenimento adulto.

O vídeo de quase doze minutos contém depoimentos de duas atrizes pornôs que relatam os bastidores das gravações e traz à tona situações de violência, infecções sexualmente transmissíveis que são passadas em relações desprotegidas e, principalmente, o machismo em um meio em que a maioria dos trabalhadores são homens.

Assista:





Que tal mais caras e encontros?
Tem horas que tudo que mais queremos é ter vários contatinhos na agenda para um sexo bem gosto, mas às vezes queremos apenas aquele contato especial, aquele crush magia, para ir no cinema e levar pra jantar.

O legal é que tem lugares que você pode encontrar tudo isso, tanta gente querendo encontros casuais e deliciosos como um amor pra vida. O Disponivel.com é este lugar e está cheio de caras incríveis perto da sua casa.

Já são 15 anos formando casais, encontros e tudo isso... Além do que você pode ver os caras ao vivo pelas câmeras ou seus vídeos gravados, conversar no chat... Tem muita coisa. Entre aqui e aproveite agora e gratuito.



Você quer receber nossas noticias por email?



Link

Comentários








Marcus: As atrizes deviam saber qual sua orientação sexual de fato igual os atores também têm muito gay que transa nestes filmes de entretenimento adulto com mulher só por causa do dinheiro e medo do preconceito igual a mulher por isto que o pornô gay tá crescendo cada vez mais têm até chat como este nem tinha isto antigamente as mulheres não tão com tesão em homens e sim em mulheres têm muita gente no armário ainda.

Rui: Não acredito que elas tenham sido sequestradas na rua e, contra a vontade, obrigadas a fazer filme pornô: foram porque quiseram, sabendo o que teriam que fazer, e depois fazem de novo porque continuam querendo. Com tantas profissões no mundo, elas escolhem a de atriz pornô porque querem e depois reclamam que tem que fazer sexo? Só falta reclamarem de assédio sexual durante as cenas! Mas isso tem nome: hipocrisia.

Max: Bom, acho q deveria começar a vir a tona os casos de assédio cometidos por mulheres, tanto as hetero como as lésbicas.

:

Cláudio : Machismo, abuso e assédio acontecem em qualquer ambiente profissional, não exclusivamente no pornô.

Linda Emanuély: Patético. Sem comentários. LINDA EMANUÉLY - SEMPRE LINDA EMANUÉLY!

Edie: A pornografia é o lado que ninguém quer vê e nem participar . Compreenda . Abraços.

mineiro: Tem um ditado que diz "quem tá na chuva é pra se molhar" só faltava essa agora, a militância chata disfarçada de feminismo chegar a indústria pornô. Daqui pra frente os atores pornô vão ter que perguntar as suas parceiras de cena: "posso penetrá-la agora, senhorita?"

Anterior  1  Próxima 

Ofertas Atirados

 

 

Cueca Breathable Mesh - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Cueca com Fechos Magnéticos Break A Way - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 125,90

 

 

Cueca Maximum Front Enhancement - Coleção Envy

 

Preço: R$ 149,00
PROMOÇÃO: R$ 112,00

 

 

Jockstrap Maximum - Branca - Coleção Envy

 

Preço: R$ 199,00
PROMOÇÃO: R$ 169,90


É expressamente proibido a reprodução parcial ou total de qualquer conteúdo do site A Capa sem prévia autorização por escrito dos responsáveis.
A Capa na iTunes App Store A Capa no Android Market RSS Facebook Twitter SoundCloud
Cadastre-se no informativo